Igreja de Santana

  • A história de Rio de Contas

    Fundação da cidade de Rio de Contas

     

    Conheça um pouco sobre a história da fundação da cidade de Rio de Contas, a primeira a ser criada na Chapada Diamantina em 1.723,  segundo dados históricos a cidade começou a ser povoada em 1.687 por escravos fugidos da costa baiana.

    Rio de Contas   Fotos antigas 2

    O núcleo populacional de Rio de Contas teve sua origem no final do século XVII, quando viajantes de Goiás e do norte de Minas Gerais, em demanda da cidade de Salvador que era a capital de Província da Bahia, fundaram um pequeno povoado, que tomou o nome de Crioulos sendo um ponto de pouso da exaustiva caminhada. Esse povoado situava-se no planalto da Serra das Almas, à margem do Rio de Contas Pequeno, hoje Rio Brumado. Foi então edificada uma pequena capela em forma octogonal, sob a invocação de Nossa Senhora Santana. Logo após foram descobertos veiões e cascalho aurífero no leito do Rio de Contas Pequeno, nos seus afluentes e serras circunvizinhas.

    Este fato atraiu grande numero de garimpeiros, predominando-se bandeirantes paulistas e mineiros que subiram o leito do Rio de Contas Pequeno e, explorando as serras próximas, fundaram a três léguas acima, numa altitude de 1.450 metros, outra povoação - Mato Grosso. Os jesuítas que acompanhavam os bandeirantes ergueram uma igreja sob a invocação de Santo Antônio. Em 1.718, foi criada a primeira Freguesia do Alto Sertão Baiano ou Sertão de Cima, com a denominação de Freguesia de Santo Antônio de Mato Grosso.

    No começo do século XVIII, os jesuítas construíram outra igreja a 12 km, abaixo do povoado de Crioulos, sob a invocação de Nossa Senhora do Livramento.

    Em 20 de outubro de 1.722 foram criadas duas vilas no Interior da Bahia. As vilas de Santo Antônio de Jacobina, e Nossa Senhora do Livramento e Minas do Rio de Contas.

    Autorizado pela Carta Régia de 27 de novembro de 1.723, D Vasco César de Menezes encarregou o Coronel Pedro Barbosa Leal de erigir a vila, o que se deu em 1.724. sua Criação, foi aprovada pela Provisão Real datada de 09 de fevereiro de 1.725.

    Pela Provisão Régia de 02 de outubro de 1.745 foi autorizada a mudança da Vila para o Povoado Crioulos, no planalto onde hoje se encontra a cidade de Rio de Contas. Elevado a vila, o povoado Crioulo foi denominado Vila Nova de Nossa Senhora do Livramento e Minas do Rio de Contas.

    Transferida a sede de Vila, o governo da metrópole "Salvador", determinou a construção dos edifícios da Casa de Câmara e Cadeia, Câmara Municipal, Casa de Fundição, e a instalação do Pelourinho. 

  • Monumentos

    Rio de Contas tem mais de 400 csarões tombados e preservados 

    A cidade de Rio de Contas possui mais de 400 casarões tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o tombamento ocorreu em 1.980, muito bem preservados, algumas casas foram construídas a partir de 1.740, alguns monumentos foram tombados isoladamente. Ao andar pelas ruas de Rio de Contas, você terá a impressão de estar fazendo uma volta ao passado.

    Barao de macaubas

    Rio de Contas é a primeira cidade planejada do Brasil, seu centro histórico media 19,2 hectares quando foi fundada, todas as casas são alinhadas, com ruas largas. As casas eram pintadas de branco com esquadrias em azuis. Ao passear pelo centro histórico de Rio de Contas você estará fazendo uma volta ao passado.

    Ao visitar a cidade de Rio de Conta você vai conhecer alguns dos principais monumentos da cidade, são antigos mas estão bem preservados, conheça a Casa de Câmara e Cadeia, a Igreja de Santana, Igreja Matriz, Antiga Prefeitura Municipal, Teatro São Carlos, um ds três mais antigos da Bahia, visita a casa onde nasceu Abílio Cesar Brges, o Barão de Macaúbas, conheça o Largo do Rosário, a Lira dos Artistas Criada em 1.923 e funciona até os dias atuais e muito mais. 

    A visita ao Arquivo Público Municipal é obrigatória, lá os visitantes irão ver fotos anigas da cidade, e documentos raríssimos como o Livro de Registro de Escravos, Inventário de Bens, sendo um dos documentos mais antigos datado de 1.724, cartas de alforria, e tem também a permissão para um Divórcio Eclesiástico, datado dos anos 1.880, conheça Rio de Contas, com seu belo partimônio e seu casario colonial preservado, conheça a nossa história.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Rio de Contas Adventure - Chapada Diamantina - Bahia